Facebook tem perdas milionárias e corre para combater FAKE NEWS

Compartilhe

Ações da empresa vem despencando e empresas retirando investimentos em anúncios da plataforma. Veja o que está ocorrendo e como facebook tem perdas milionárias

Dona do Whatsapp e Instagram, a a gigante facebook tema amargado prejuízos nos últimos dias, após grandes anunciantes como coca cola, pampers e outros deixarem a plataforma. Essas empresas alegam que não vão investir nos anúncios do facebook enquanto não verem tomadas medidas para serem combatidas as chamadas fake news, anúncios de ódio e desinformação na plataforma. O facebook sempre fez “vista grossa” para o problema, mas parece que agora tudo tomou proporções maiores. Acompanhe.

Facebook tem perdas milionárias

facebook medias fake news

O movimento começou há menos de um mês mas já vem provocando estragos. A Ford, a Microsoft e a varejista americana BestBuy se juntaram, nesta segunda-feira, 29, a um grupo de grandes corporações como coca cola e unilever, que decidiu suspender seus anúncios nas redes sociais do Facebook – além da plataforma que lhe dá nome, a empresa de Mark Zuckerberg também é dona do Instagram. Assim, ganha cada vez mais força o movimento que pede explicações a respeito da disseminação de discursos de ódio dentro das redes sociais. 

Ontem, as ações do Facebook tiveram alta de 2,11%, recuperando parte das perdas da última sexta-feira, quando os papéis da empresa tiveram queda de 8%.

Facebook corre atras de combater fake news

Com tantos problemas ocorrendo, a empresa facebook se viu obrigada a tomar fortes medidas.

Na última sexta-feira, a empresa anunciou uma série de mudanças em suas políticas e práticas quanto à liberdade de expressão, alterando regras para considerar que uma publicação seja considerada discurso de ódio. Outra medida foi a de passar a exibir um selo em publicações de políticos que violem as práticas da plataforma – por seu interesse público, porém, as publicações serão mantidas, afirmou Mark Zuckerberg. Na visão de grupos ativistas, porém, as mudanças foram irrisórias. (Com agências internacionais)


facebook tem perdas milionárias

Entre as medidas, está criar um “Centro de Operações Eleitorais nas 72 horas que antecedem as eleições”, tornar mais rígido o critério de corte para discursos de ódio e principalmente um aviso do próprio Facebook, uma espécie de “rótulo”, sobre as mensagens postadas que estão violando as políticas da empresa. Discursos que incitem a violência ou suprimam votação serão excluídos pela plataforma. “Estou comprometido em garantir que o Facebook continue sendo um lugar onde as pessoas possam usar sua voz para discutir questões importantes”, disse Zuckerberg. “Mas também sou contra o ódio ou qualquer coisa que incite à violência ou suprima a votação, e também estamos comprometidos em remover esse conteúdo, não importa de onde ele venha.”

Mais informações serão acrescentadas a matéria, assim que soubermos novos detalhes

Recomendados para você:


Compartilhe

Aficcionado por Tecnologia,paixão por games, desde a época do pentium133. Macmaniaco e entusiasta do android. Junior escreve aqui no celular sobre sua paixão e ajuda os leitores com seus tutoriais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *