Roubo de celular: Fantástico usa “isca” e revela táticas e identidade de criminosos


Produzida pela RBS e exibida no Fantástico, a reportagem de Giovani Grizotti sobre o furto de celulares chamou atenção pelas táticas utilizadas pelas quadrilhas especializadas. Rastreando os celulares, colocados como isca durante a reportagem, o repórter chegou a funcionários públicos do Rio Grande do Sul.

A isca montada pela afiliada da Rede Globo no RS foi desenvolvida por Ronaldo Prass, especialista em tecnologia. Ele instalou um aplicativo que fez registro de áudios, vídeos, chamadas e localização dos aparelhos.

Caminhando pelas ruas de Porto Alegre e São Paulo, o repórter deixou o celular em situação vulnerável. Durante o trajeto, também posicionou câmeras escondidas na mochila e nos prédios próximos, fazendo com que a movimentação fosse flagrada.

Furto de celulares – Reportagem do Fantástico

Um dos flagrantes mostrados pela reportagem é o de uma dupla de criminosos de Porto Alegre. Com o aplicativo espião, a reportagem seguiu todos os passos, desde o furto até a troca de chip e o início da utilização dos aparelhos.

Ao serem abordados pela equipe de reportagem, os novos usuários dos aparelhos negaram participação no crime. Ao mostrarem as imagens, os jornalistas foram ignorados por uma das criminosas, enquanto seu comparsa confessou ter participado do crime.

A Prefeitura de Porto Alegre já abriu sindicância para averiguar a situação dos funcionários. A mulher que aparece na reportagem, contratada como terceirizada, já está sendo afastada do seu cargo.

Para evitar transtornos como este, tendo em vista o elevado número de furtos e roubos de celulares, você pode optar por um seguro de celular. Ao pagar um valor mensal, é possível ter cobertura total do aparelho, algo que facilita a vida de quem tem um aparelho roubado.

Clique aqui e conheça tudo sobre seguros de celular.

Roubo de cargas de celulares

A RBS também averiguou roubos recentes de cargas de celulares. Quadrilhas especializadas e fortemente armadas tem atuado no segmento, invadindo e roubando cargas de celulares. Recentemente, o estoque da Claro e um local de armazenamento da Latam foram invadidos.

Segundo especialistas, estes tipos de ações criminosas são altamente organizadas e envolvem muitas pessoas. Boa parte das cargas roubadas são distribuídas em estados vizinhos e até mesmo no exterior.

roubo de celular fantastico
Reportagem flagrou criminosos agindo

Cuidado com aplicativos “espiões”

Especialistas alertam que mesmo disponíveis, os aplicativos que espionam e podem revelar a posição dos criminosos, devem ser utilizados com cautela. Segunda a polícia, de maneira alguma o usuário deve procurar diretamente o criminoso e tentar recuperar seu aparelho.

O procedimento correto é buscar uma delegacia próxima, registrar o boletim de ocorrência e informar todos os dados disponíveis para os oficiais. Desta forma, o usuário corre menor risco de sofrer danos físicos ao entrar em contato com os criminosos.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

Nome *
Email *
Site