Samsung Galaxy J5: o concorrente do Moto G

Conheça tudo sobre esse lançamento da samsung que quer tomar o mercado do moto G, o samsung galaxy j5, clique e confira!

A Samsung lançou mais um integrante da família J, o J5. O J5 tem a missão difícil de enfrentar um concorrente forte em popularidade, o Moto G 3ª Geração. Com o Galaxy J5 a Samsung aposta no conjunto para tentar conquistar os consumidores. A câmera traseira do smartphone tem qualidade e possui 13 megapixels com flash LED e abertura de apenas f/1.9.

samsung galaxy j5

A tela do J5 Duos 4G tem 5 polegadas com tecnologia Super AMOLED com resolução HD de 1280 x 720 pixels. Ele é bem slim com apenas 7,9 milímetros. O Android é atual, o Lollipop 5.1. O chipset é o Snapdragon 410 64 bits com processador Quad-core de 1.2 GHz, Adreno 306, 1,5 GB de memória RAM e 16 GB de memória interna (expansível até 128 GB).

Com tecnologia 4G LTE, ele também tem suporte para 2 chips. Sua câmera frontal tem 5 megapixels, enquanto sua bateria conta com bons 2600 mAh.

Onde comprar o Galaxy j5 mais barato?

O preço sugerido do Galaxy J5 é de R$949, porém com descontos é possível comprá-lo por R$900 ou até bem menos. Ele está disponível nas cores: branco, preto e gold.Nas 2 lojas abaixo, você encontra ele com preços excelentes clique e veja:

botao-casas-bahia

walmart botao

 

Na visão da Samsung, a linha J de smartphones representa uma linha completamente diferente de modelos, trazendo diferenças o suficiente para ser separada das linhas E (como o Galaxy Tab E), A (Galaxy A5), S (Galaxy S6) e Note (Galaxy Note 5). Sendo bem sinceros, a linha J é praticamente um “mashup” de linhas que já conhecemos, usando mais características selecionadas de modelos já existentes aqui e ali, do que representando propriamente uma nova linha.

As dimensões do Galaxy J5 são quase as mesmas do Galaxy S5, principal smartphone da Samsung quando lançado em 2014, sendo até um pouco mais fino, só que trazendo um visual mais puxado para o Galaxy S4. Aliás, por incrível que pareça, com uma construção melhor, já que tem bordas de metal em vez de plástico pintado, garantindo que ele não irá se descascar com o tempo como acontece tanto com o S5 quanto S4, além de oferecer uma resistência maior a impactos que é extremamente bem-vinda.

Já a região traseira é de plástico fosco, para nós uma decisão calculada da Samsung para fazer o J5 parecer mais simples, mais condizente com o seu preço e posicionando-o longe do design dos modelos tops de linha, como Galaxy S6 e Note 5, que trazem um apelo visual maior. Com 14,2 centímetros de altura, 7,2 cm de largura e 7,9 milímetros de profundidade, ele vai agradar quem busca um modelo para usar com somente uma das mãos, já que conta com um bom aproveitamento de tela.

O que ele tem de tão bom?

Tela: Esse é, talvez, o ponto mais interessante do Galaxy J5, já que ele vem com a tecnologia Super AMOLED da Samsung, algo bem raro nos modelos da empresa abaixo de R$ 1.000, sendo uma boa opção para quem não quer investir alto para ter acesso a ela. A tela parece ser a mesma do Galaxy A5, também com 5 polegadas e resolução de 1280×720, resultando em uma densidade de pixels de 294 pontos por polegada quadrada, a mesma dos Moto G 2014 e 2015 e Zenfone 5, um padrão entre intermediários.   

comprar botao

O fato de ele vir com Super AMOLED coloca o J5 em uma posição de superioridade, porém. Os níveis de preto são infinitos, já que os pixels são ativados individualmente (o que ajuda a economizar um pouco de bateria), as cores são bem saturadas e a qualidade geral de imagens é excelente, estando um degrau acima do Quantum GO, que vem com a versão simplificada do AMOLED. Para fechar, temos a proteção Gorilla Glass 3 contra riscos e arranhões.

Configuração: O chip do Galaxy J5 é o praticamente onipresente Snapdragon 410, com as mesmas especificações do Galaxy A5 (quatro núcleos Cortex-A53 rodando a 1,2 GHz e GPU Adreno 306), exceto pelo fato de trazer menos memória RAM (1,5 GB contra 2 GB do Galaxy A5). É um chip bastante comum no segmento intermediário, fazendo com que o Galaxy J5 tenha um desempenho ligeiramente inferior ao do Moto G 2015 (versão com 2 GB) e Zenfone 5, assim como do Idol 3, já que a performance é ligeiramente penalizada pela TouchWiz. Ela está mais leve no J5, assim como nos modelos mais recentes da Samsung, e o fato de o aparelho tirar pleno proveito do suporte a 64 bits ajuda a aliviar a performance.

Bom pessoal, espero que tenham curtido as dicas sobre o galaxy j5 ok?

Dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários

Até a próxima!

Mais celulares legais:

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

Nome *
Email *
Site