Smartphones: Quais emitem mais radiação? É perigoso?

Compartilhe

Usa o celular demais? Cuidado com os perigos da radiação. Mostramos quais smartphones emitem mais radiacao

A radiação é uma das formas de energia mais perigosas que existe e ela é sim produzida por smartphones, mas calma, em baixos níveis e dificilmente fará mal para a saúde do usuário. Pesquisas já indicaram que smartphones não causam doenças, por outro lado, é interessante saber se o seu modelo está no ranking dos mais perigosos.

A polêmica sobre a radiação ou não é antiga e vem desde o lançamento dos primeiros celulares. Já foram realizadas diversas pesquisas sobre o assunto e muitos médicos divergem sobre o tema. Alguns chegam inclusive comparar os smartphone com cigarro, na questão de fazer mal à saúde.

O que é radiação?

A radiação é uma onda que se propagada na velocidade de 300 mil km/s, quase a mesma velocidade do que a luz. Ela tem a capacidade de transportar energia e informação. A radiação é dividida em várias categorias e está presente nos smartphones, mas em baixos índices. Dependendo da quantidade, ela pode fazer mal para os humanos.

smartphone radiação

Muitos associam as antenas telefônicas com o surgimento de câncer em moradores próximos, devido à alta radiação que emitem. Já os smartphones geram baixos níveis de radiação e dificilmente farão mal para a saúde. Como esses aparelhos são novos, ainda não é possível analisar a longo prazo.

Celular pode gerar câncer?

Apesar de vários estudos indicarem que smartphones não causam câncer, os médicos ainda não conseguem afirmar isso com total certeza. Um levantamento feito pela National Institute of Environmental Health Sciences, conduzido pelo pesquisador John Bucher, utilizou ratos para o experimento, sendo que os machos apresentaram um tipo de câncer cardíaco, porém, a carga de radiação testada foi muito maior do que a dos smartphones.


No teste, os animais receberam cargas altas de radiação durante 9h, em um período de dois anos. Os smartphones até produzem energia do tipo, mas apenas quando estão com baixa carga de bateria e então procuram um sinal mais forte. A pesquisa foi encomendada por uma instituição norte-americana semelhante a ANVISA.

Fones de ouvido

Por mais que nossas mãos estejam em contato direto com os smartphones, utilizar fones de ouvido durante as ligações e manter o celular longe do rosto é uma ação simples que pode contribuir a longo prazo. Durante as ligações os celulares emitem maior carga de radiação, então quem é mais precavido pode fazer isso.

Smartphones que emitem mais radiação

O Departamento Federal de Proteção à Radiação da Alemanha (Bundesamt für Strahlenschutz) possui um ranking, que é atualizado todo mês, para alertar sobre os modelos mais perigosos. Dá para notar que o ranking é recheado de marcas chinesas, com destaque em especial para a Xiaomi, que ocupa as duas primeiras posições. O líder é o Mi A1, um celular de Android, seguido de perto pelo Mi Max 3. Na sequência está o OnePlus 6T, enquanto HTC U12 Life aparece na quarta colocação. A Xiaomi aparece novamente fechando o top-5 com o Mi Mix 3.

celular radiacao

 

Boa parte dos aparelhos mencionados no ranking não estão à venda oficialmente no Brasil, vale notar. Entre os aparelhos que chegaram a ter distribuição nacional estão iPhone 7 e 8, o Mi 9 da Xiaomi e Xperia XZ1 Compact da Sony.

Conclusão

Bom, pessoal, esperamos que essas dicas te ajudem a identificar os smartphones que mais emitem radiação e que podem vir a prejudicar sua saúde.

Já falamos em outro artigo, se é seguro comprar no mercado livre, sugiro a leitura.

Sugestões e dicas podem deixar nos comentários.

 


Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *