Dependência do Celular (Nomofobia): um vício perigoso!


Dependência do Celular é uma doença e pode trazer vários problemas para sua vida, confira quais e como fugir desse vício!

A tecnologia dos smartphones, evoluiu bastante nos últimos anos: aplicativos, gps, comunicadores instantâneos, jogos, musicas e tudo que você imagina, ao alcance da suas mãos. Com isso, o tempo dedicado ao uso desses aparelhos cresceu bastante, mas infelizmente, se tornou um grave problema. O vício e a dependência do celular são hoje problemas reconhecidos por psicólogos, médicos e analistas e pode ter consequências mais graves do que se pensa. No artigo de hoje vamos falar sobre algumas delas e como é possível se livrar dele. Acompanhe conosco.

Dependência do Celular – do que se trata?

dependencia do celular

A dependência do celular é um problema preocupante e que já é observada por especialistas já há algum tempo e tem até um nome: Nomofobia. Explicando: a nomofobia é uma compulsão caracterizada pelo medo irracional de permanecer isolado e desconectado do mundo virtual. Na abstinência do celular ou tablet (internet), os sintomas são muito semelhantes aos da síndrome de abstinência de drogas como álcool e cigarro. É importante ressaltar que a nomofobia está geralmente relacionada com comorbidades secundarias de outros transtornos, principalmente os transtornos de ansiedade, tais como fobia social, síndrome do panico e transtorno obsessivo compulsivo.

Alguns dos seus sintomas:

-Forte irritação se o aparelho fica sem bateria

-Medo, ansiedade, estresse e ataques de pânico ao pensar em sair sem celular. Os sintomas podem levar a outros efeitos colaterais, como tremores, sudorese, tontura, dificuldade em respirar, náuseas, dor no peito, aceleração da freqüência cardíaca.

-Sensação do celular vibrando no bolso, mesmo sem estar com ele(toque fantasma)

-Ele é a primeira coisa que você checa ao acordar – e, na maioria das vezes, dorme com ele embaixo do travesseiro ou no criado mudo ao lado

-Você gosta adora aquela sensação de estar super informado e atualizado sobre tudo o que acontece no mundo e nas redes sociais dos amigos que, mesmo quando está em um jantar romântico, não consegue evitar e chega e prestar pouca atenção a pessoa no jantar para ficar de olho no celular.

Que problemas isso pode causar?

vicio celular

Um dos principais problenas que podem ocorrer são as lesões na coluna e nos tendões, como até já mencionamos no artigo sobre o text neck.O uso prolongado do celular, principalmente em posições desconfortáveis, pode levar a vários problemas no pulso e outras articulações

O pesquisador do Instituto Delete, empresa dedicada a orientar e informar à sociedade sobre o uso consciente das tecnologias, Eduardo Guedes afirma que a principal causa para o abuso no uso do celular é a ansiedade.

— Muitas pessoas usam o celular como muleta, porque se sentem sozinhas, e veem o celular como companhia. São ansiosas, têm pânico, e o celular faz o contato com o mundo.

Para o pesquisador, o principal problema é a substituição da vida social pelas relações virtuais, e isso se torna um círculo vicioso, que se agrava cada vez mais.

— Tivemos uma paciente extremamente ansiosa que trocou o vício do cigarro pela tecnologia. Ela teve problemas pulmonares por causa do cigarro e trocou o vício. Ela começou a jogar a fazendinha do Facebook, mas o grau de dependência era tanto, que se ela tivesse problemas de conexão com a internet, ela ia para a LAN house mais próxima à casa dela para fazer a colheita na hora certa.

Como curar o vício em celulares?

Comece aos poucos – David Greenfield, fundador do Centro para Vício em Internet e Tecnologia, em Connecticut, diz que cortar os hábitos de forma brusca não é a melhor saída. Ele sugere começar desligando o celular durante o jantar. Depois de algum tempo, tente deixar o aparelho em casa enquanto sai para caminhar. “Estabeleça seus próprios limites”, sugeriu. “Comece com pequenas mudanças e tente novos progressos com o tempo.”

nomofobia

Pare de usar o smartphone na cama – Estudos mostram que usar o smartphone na cama não é uma boa ideia. Um dos motivos é que a luz azul da tela  mexe com a produção dos hormônios do sono, levando o seu cérebro a pensar que é dia e não é hora de dormir ainda. Então, o primeiro passo é tornar a sua cama um lugar livre de smartphones. De verdade, pela sua saúde.

Desabilite as notificações – Sem notificações = Sem razão para ficar checando o seu smartphone. Na teoria, funciona.

Estabeleça períodos sem o aparelho – Você não precisa de seu telefone na mesa de jantar, na hora do banho, ou enquanto estiver assistindo a um filme ou lendo um livro.Tente estabelecer períodos sem o telefone durante o dia. Por exemplo, você pode colocar o telefone no Modo Avião durante a primeira hora depois de chegar em casa do trabalho. Provavelmente, vai estar ocupado fazendo o jantar, passando tempo com a sua família ou se arrumando para sair.

Busque ajuda profissional – não há nada de errado em procurar um profissional, seja um psicólogo, psiquiatra ou seu médico mais próximo. Quanto antes seu problema for resolvido, melhor para sua saúde.

Conclusão

Bom pessoal, espero que tenham curtido as dicas e que prcure um profissional se você acredita precisar de ajuda para resolvê-lo.

Sugestões de novos artigos podem deixar nos comentários ok?


Mais celulares legais:

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

Nome *
Email *
Site